quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Ironicamente, amor tem que falar meu bem. E não sou tão feia que não possa casar...
Faz tempo que não escuto música e escrevo. Fico gostando e perdôo meus pecados. Aceito os subterfúgios que me cabem. Não pode ser uma ilusão fantástica o que nos faz visitar os parentes no feriado e insistir que assim é melhor. E que, de fato, um bom emprego já é meio caminho andado.
Ironicamente me sinto feliz.

02/11/2007


Nenhum comentário:

Postar um comentário