segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Fazer todas as coisas. Isso desgasta. Uma vez li num livro do Cortázar: "Pôr em dia...Fazer. Fazer xixi, fazer o bem, fazer hora: a ação e todas as suas complicações". Tô casanda de dizer te amo, pensar em filhos e ser mulher de casa e cama para todas as horas. Acreditei que o amor pudesse me fazer poemas, de bermuda, lavando roupa no tanque. Mas ele mal levanta do sofá. Oh amor cansado de fazer as coisas... Amor de velhos sem mais nada pra viver, se conformando com o último suspiro. E continuar as roupas e fazer sequilhos, mesmo depois que o amor já se foi.  29/12/2008


Resultado de imagem para cronopio

Resultado de imagem para cronopio

Nenhum comentário:

Postar um comentário