terça-feira, 26 de maio de 2015

Paradoxo

Aspas são aspas,

Mais nada.

Vidas são vírgulas

Na beira de uma estrada.

Reticências para quem espera

Com tanta paciência.

Parênteses de 1º e 2º grau

Dois pontos em tudo

E um ponto final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário