segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Casamento

Um dia me perguntaram o que eu vi nele de tão especial, o que nos faz amar? Parei pra pensar. O que tem de tão especial?
Seus olhos não são verdes, mas são de um castanho profundo onde eu me perco, com cílios longos que teimam em não fechar quando olha pra mim,a sobramcelha franzida e parecendo me amar.
Seus lábios são lindos, mas não é por isso. É porque se encaixam perfeitamente nos meus. Assim como suas pequenas mãos. Até os dedos do pé quando se encaixam com os meus debaixo do cobertor.
E seu nariz é torto e perfeito. E me enaltece o seu leve estrabismo. Porque, quando olho nos olhos dele, vejo todos os meus defeitos, e mesmo assim, ele me ama.
Ele tem o abraço apertado e o riso na medida certa. É com ele que quero sorrir. É por causa dele que tive filhos. Com ele não quero nada em troca. Nada é perfeito, mas assim cheio de defeitos faz a vida ficar cheia de cor. Não busco perfeição. Busco companheirismo e lealdade. Isso não falta.
7 anos de Casamento. Te amo, meu boboca. Apesar de todos os pesares nossa vida vale muito a pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário