quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Entre pétalas e hálitos e menina caminhou a perseguir um grande sonho louco. E a felicidade, que era aquele pouco, e que um pouco se perdeu no meio do caminho.
        E com uma lágrima cristalina, salgada e pequenina, a menina se derramou.
        Sem conclusão fica a história. Lenda sem nexo, sem lógica ou inacabada. Talvez seja só uma hora qualquer...


Nenhum comentário:

Postar um comentário