domingo, 16 de fevereiro de 2014

DE MADRUGADA


Barulhos do mundo
Minhocas sonhando
Trabalhadores se levantando
Você do meu lado, roncando
Os amigos
Lixeiros
Ladrões
Gatos
Todos fazendo algo
Enquanto eu fico
sentada na cama
Escrevendo poemas ruins
sem o glamour
da compania de um copo de uísque...

Nenhum comentário:

Postar um comentário