domingo, 23 de junho de 2013

MINHA QUEDA PELO ESTILO DRAMÁTICO

   Penso nos gestos que tento fazer para me comunicar. Talvez eu me pareça com uma surda muda com defeito de fábrica. Deixar as mãos ao lado do corpo, morder o lábio, roer a unha, o pé apontando pra rua… Ensaio os gestos de uma vida inteira. A complexidade das mãos dadas, de um beijo, tudo tão bem ensaiado. Escavar o mais fundo onde se segregam todos os segredos, desvendar e enaltecer com cada gesto, cada detalhe, cada olhar. Cada ato falho. Cada ato meu.
   Penso nos gestos e na minha queda pelo estilo dramático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário