sexta-feira, 24 de maio de 2013

Nos lábios deste vagabundo
A dor persiste
Aleijadinha que sou
Amando sem a braços
Doze vezes

Meu amor é cheio de milagres


Nenhum comentário:

Postar um comentário