sexta-feira, 29 de março de 2013

Quarta-feira , 16 de Maio de 2007 


        Do que adianta escrever bonito se você se acha o patinho feio da história, hein, cachorrão?!? Se só o que faço é escrever para você desde o dia em que te conheci e você achando que eu falo da beleza dos outros? E quando eu choro é porque gosto de ter problemas. Problemas, uma música melosa pra chorar e você do meu lado, meu patinho feio cachorrão.
        E quando invento outras cores pra você. E tento fiar mais infeliz pra dar mais cor a nossa vida. Quando sou melodramática, infantil ou materialista... Só pra te provocar, por que o amor me basta. Morro de fome pra provar alguma coisa para você. Porque escrever não adianta. Você não lê o que eu escrevo. Esse pedaços de mim. Mas se eu deixo de comer, você nota e fica louco. Meu jeito de te provocar... Sei lá eu...
        Por mais que escreva e você não leia, acho bonito nosso amor parecendo letra de música, ou mesmo uma tragicomédia B... Eu passando fome pra você notar, você querendo me botar no altar, com casa e carro... E eu sabendo que você nunca quis casa e sempre detestou dirigir... nosso caótico amor eu escrevo em linhas tortas e palavras toscas pra gente poder virar pintura futura...

Nenhum comentário:

Postar um comentário